Psychowissenschaftliche Grenzgebiete
   

Veritas Vincit (1)

 

A POTÊNCIA DAS NAVES ESPACIAIS

A fim de vos fazer compreender o que diremos a seguir, deveremos dizer algo sobre nossa potência técnica. Embora não seja nossa intenção dar-vos explicações particulares, relacionadas com o equipamento de nossas naves especiais, devereis cientificar-vos de alguns dos assim chamados milagres por nós efetuados. Possuímos vários tipos de naves espaciais que foram notados, através de vossas próprias observações. Voamos na maioria das vezes em nossas pequenas naves. Possuímos tipos intermediários; nossas naves espaciais mais poderosas, por nós contruídas há milênios, voam sobre vós, pairando a grandíssimas alturas.

Dar-vos-emos uma breve descrição sobre o que poderá fazer nossas bases de aviões espaciais; podemos, com a gigantesca nave espacial TYP-A. S., da qual sou engenheiro e comandante, atravessar o espaço cósmico numa velocidade 50% superior à da luz. Pode esta nave, no Cosmo, sintonizar sobre determinada freqüência, provocando uma mudança atômica. Com semelhante velocidade torna-se o Cosmo físico praticamente ultrapassado; e se nesta velocidade e estado, no qual se acha também nosso corpo físico, encontrarmos um sólido qualquer, será este prontamente atravessado, sem deixar nenhum traço.

Esta velocidade para vós inconcebível, provoca passagem para a 5.a dimensão, possibilitando o transpasse de qualquer matéria, por mais densa que seja. A antigravitação é a tal ponto forte que faz a força magnética inverter a polaridade elétrica das rochas. Tal força também é vista através de vosso radar. Podemos tornar invisíveis nossas grandes naves espaciais, mesmo ao diminuirmos sua velocidade.

Semelhante nave espacial contém tudo aquilo que necessitamos para viver : produzimos também as coisas necessárias para nossa existência. Preparamos o alimento extraindo-o do átomo livre e também produzimos água em grande quantidade, tirando-a da matériaprima densa.

Com o propósito de não nos tornarmos vítimas da unilateralidade e a fim de produzir as vitaminas necessárias, temos à nossa disposição estufas e fundações com a finalidade de se criarem várias condições climáticas. Compreendereis certamente que uma semelhante nave espacial, construída há milhares de anos, tornou-se hoje superada em potência por aquelas de recente construção. Praticamente, se o desejássemos, poderíamos passar toda nossa vida numa nave espacial, excursionando indefinidamente pelo Cosmo. Porém, não vos torneis demasiadamente afoitos em vossa fantasia! Jamais podereis fazer viagens espaciais, seguindo a via de batida de vossa técnica, visto subestimardes os pe­rigos que vossa técnica encontraria.

Poderemos pois pousar sobre vossa Terra por meio de nossa nave espacial A.S. ; semelhante aterrissagem, porém, poderá ser para vós muito perigosa e até mortal dentro de uma área extensa. Não existe sobre a Terra quase nenhum ponto de pouso apropriado, a fim de se poder eliminar semelhante perigo. Em uma palavra, aterrissamos somente num ponto no qual estivermos certo de não encontrar nenhum homem, visto que por sua curiosidade poderia encontrar a morte, coisa que não desejamos.

A repercussão antimagnética poderá ser dirigida para qualquer lado. Esta mudança de direção pode ser executada num instante, com a rapidez de um relâmpago, com resultado imediato. Se pousarmos numa montanha preferiremos lugar rochoso, visto este apresentar maior resistência àquela força. Aos vossos olhos uma nave aparece de dia como uma nuvem escura e à noite, quando a antigravitação funcionar, qual uni cilindro incendidado. Podemos atrair ou repelir a água em grande quantidade. A atmosfera fortemente magnética possui uma luz vermelha. Também se formam na atmosfera brancos fios, que esvoaçam e se dissolvem logo, possuindo a aparência de fogo ou de fumo; somente quando caem se tornam brancos como a neve. - Assim como tendes a Sagrada Escritura e o Livro das Leis Divinas, assim também possuímos nossa história e nossas tradições. Desejamos dizer-vos mais, em relação às concordâncias que constatamos em vossa Sagrada Escritura.


O MILAGRE DO EGITO

ASHTAR SHERAN — Pedimos ao diretor do círculo com o qual nos comunicamos que conferisse nossas explicações com os trechos da Bíblia, a fim de que tais confrontos se tornem para todos comprensíveis e convincentes. Sem esta importante demonstração ou melhor, sem os documentos de prova, não teriam credibilidade nossas explicações, visto ser muito grande o fanatismo religioso que há sobre a Terra.

Diretor — Está bem.

ASHTAR SHERAN — Obrigado, amigo nosso. Nas comunicações interplanetárias preferimos a mediunidade porque por meio dela todo médium se torna seu próprio tradutor. O médium capta as imagens de nossas idéias, conconceitos e representações e através de seu próprio cérebro as traduz para a sua língua. Além desta possibilidade temos à disposição o rádio e a escrita mediúnica. Porém, hoje conhecendo vosso idioma, especialmente o alemão e o inglês, podemos fazer-nos compreender melhor do que no tempo de nossos avós. Estes eram principalmente obrigados a fazer uso de um médium telepático, "clariaudiente". Semelhante médium nos é muito conhecido através da Bíblia: chama-se Moisés.

Era ele o Anel de conjunção entre vós e nossos avós, os quais por sua vez se comunicavam com os Anjos.

No tempo em que viveu Moisés sobre a Terra, foram praticadas grandes crueldades, de impiedosa e desumana escravidão. O supremo apelo dos oprimidos e dos martirizados chegou até ao Mundo Espiritual e foi ouvido. O mundo dos Anjos deu ordens a nossos avós, denominados "SANTINI", isto é, aos Amigos do Universo, de cuidar da humanidade terrestre a fim de fazê-la conhecer a Lei interplanetária da Fraternidade, que os "SANTINI" haviam recebido do mundo dos Anjos.

A nave espacial SHA levantou vôo em direção do Planeta Terra, permanecendo em estado invisível sobre o Egito. Então nós, "SANTINI", entramos em contato telepático com o ótimo vidente Moisés. Como a humanidade terrestre reagia somente diante de milagres e sensações, quisemos mostrar-lhe estes milagres, a fim de torná-la dócil, abrangendo tanto o povo quanto os poderosos. Os "SANTINI" absorveram os raios solares, pondo todo o Egito numa escuridão impenetrável. Este fenômeno foi-lhes possível realizar porque já conheciam perfeitamente a potência dos raios solares, suas leis, bem como dirigi-los.

Pergunta — Afirma um cientista que a Terra uma vez parou. É verdade?

Resposta — Não. A Terra jamais parou. Apenas vacilou no período da era glacial.

Bíblia — "Disse o Senhor a Moisés: Estenda tuas mãos para o Céu e cairão sobre a terra do Egito densas trevas, a ponto de se poder apalpá-las. E Moisés entendeu a mão para o céu e trevas horríveis avassalaram toda a terra do Egito por três dias. Ninguém podia enxergar seu vizinho nem mover-se do lugar onde estava" (Êxodo, -0, 21-23) .

Pergunta — Tendes a intenção de repetir semelhante fenômeno?

Resposta — Fá-lo-emos, se quiserdes desencadear uma nova guerra mundial, que espalharia de novo o extermínio e a miséria sobre a humanidade. Poderemos causar obscurecimento por muitos dias consecutivos; se empregarmos em larga escala a nossa frota espacial poderemos até obscurecer toda a Tenra, isto é, aquela parte iluminada, naturalmente.

Pergunta — E quanto as outras pragas do Egito?

Resposta — Para isto faltam-nos anotações. Porém podemos atrair rãs e peixes para fora da água, deixando-os recair, depois. A força magnética age de vários modos.

Não nos deveremos esquecer de que Moisés era um médium fora do comum que, através de sua clarividência, manteve contato ininterrupto com o mundo do espírito. Esta colaboração entre o mundo espiritual e nós, "SANTINI", torna-se ainda hoje possível. Nossos avós tiveram ordem divina de ajudar os Israelitas em todas as circunstâncias, como hoje temos de ajudar toda a humanidade terrestre em toda e qualquer circunstância, porque hoje dispomos de meios técnicos muito mais importantes do que outrora.

A gigantesca nave espacial SHA era então acompanhada por mais seis naves espaciais, pertencentes ao porta-aviões ou, melhor, porta-naves.

Quando os Israelitas, guiados por Moisés e perseguidos pelos Egípcios, chegaram à margem do Mar Vermelho, os "SANTINI" puseram em ação suas naves espaciais. Guiava-os o porta-aviões, o qual assemelhava-se a uma escura coluna de nuvens. A esquerda e à direita do porta-aviões SHA, pairando em grande altitude, três naves espaciais dirigindo seus raios antigravitacionais com toda força, obliquamente, em direção ao mar. Uma poderosa pressão de ar, associada a intensos raios magnéticos, dividia a água, enxugando o fundo do mar, que ficou como se fora maré baixa com as águas como que formando um muro, de ambos os lados. Com já sabeis, por vossos próprios manuscritos, à noite o navio espacial era vermelho como fogo parecendo que uma coluna incendiada guiasse os Israelitas.

Infelizmente os Egípcios não se assustaram e, assim, continuando a perseguição, ficaram no centro dos raios magnéticos das naves espaciais, em plena operação. Sua sorte não foi diferente da daqueles pilotos, que hoje tentam perseguir-nos; eles viraram-se com seus veículos e foram absorvidos por um espantoso sorvedouro. Além do mais, as águas fecharam-se sobre eles, tão logo as Naves Espaciais mudaram de direção, após os Israelitas haverem chegado à outra margem! Não era porém intenção dos SANTINI, isto é, de nossos avós, eliminar desta forma os Egípcios. Aquilo ocorreu por própria culpa deles. Segundo notas históricas, isto fez com que nossos avós, atormentados por grande remorso, sofressem crises atrozes de consciência, como sucedeu com os pilotos que tiveram de desenganchar aquela desventurada bomba sobre Hiroshima.

Bíblia (Êxodo, 14, 19-22) : "Então o Anjo do Senhor que ia à frente do exército de Israel moveu-se, colocando-se às suas costas, como também a coluna de nuvem. Ia entre o campo dos Egípcios e de Israel, e a nuvem era escuridade para aqueles e para estes luminosidade, de maneira que em toda a noite não chegou um ao outro. Então Moisés estendeu a mão sobre o mar, e Senhor fez com que as águas se retirassem, fazendo soprar um vento impetuoso e ardente durante toda a noite, e o mar tornou-se em seco, e as águas eram partidas. Os filhos de Israel entraram então pelo mar a dentro, em seco, enquanto as águas lhes ficavam como muralha, à sua direita e à sua esquerda. Já era manhã quando o Senhor, através da coluna do fogo e da nuvem, olhou o campo dos Egípcios e fê-los perecer. Fez tombar sobre eles as rodas dos carros e tudo foi arrastado para o fundo."

Pergunta — Por que as outras naves espaciais não foram mencionadas na Bíblia?

SETUN SHENAR — (Representante de ASHTAR) — As Naves Espaciais voavam conservando enorme altura, a fim de atuar numa grande superfície marinha. Elas têm um certo derramamento de raios, conforme se vê pelo esquema, desenhado automaticamente, por mão guiada.

 

NOTA: Demonstra hoje a "ufologia" plena exatidão com estas sensacionais Mensagens. Não existe um ponto que a contradiga. Se a noite foi iluminada por uma coluna de fogo teremos a confirmação de que a descrição bíblica corresponde plenamente com aquela referente aos fenômenos relacionados com os UFOs (discos voadores) e cuja ação iluminadora se assemelha a uma aurora boreal. Evidente se torna, pois, a comunicação mediúnica com os Extraplanetários. Fala também a Bíblia de uma água e de um pó vermelhos espalhados sobre a Terra, como se fora um véu. Notícias sobre os UFOs demonstram que o mesmo fenômeno ocorre nos lugares sobrevoados pelos discos voadores. Foi notado, por exemplo, que automóveis estacionados nesses locais mudavam de cor.

 

Beschreibung: _Pic1

Esquema da passagem dos Israelitas através do
Mar Vermelho enviado espiritualmente por ARGUN
a Uwe Speer. (Para maior clareza foram deixadas
as linhas de conjunção entre os aparelhos espaciais).

 

Pergunta — Fala a Bíblia a respeito de doenças epidêmicas da pele, as quais eram tomadas como punição. Que dizeis disto?

Resposta — Nossas Naves Espaciais emanavam ainda, naquele tempo, muitas radiações perigossísimas, até mesmo mortais. Se então as pessoas fossem atacadas de abscesso isto significaria estarem infectadas, devido às radiações. Nossos Avós fabricaram máscaras protetoras, que podiam absorver tais radiações.

 

A LEI UNIVERSAL

A humanidade terrestre levava uma vida impura e desregrada, desprezando as Leis Divinas. Alguns de vossos filósofos afirmaram terem sido os DEZ MANDAMENTOS DIVINOS inventados por homens daquele tempo, a fim de possibilitar uma convivência melhor. Partindo destas considerações, nasceram muitas heresias, provocando a atual situação críticas sobre vosso Planeta. Não se acreditou na Legislação de DEUS, como não são cridas as Tábuas relativas aos DEZ MANDAMENTOS recebidos por Moisés, no Monte Sinai.

Desejamos, segundo nossas anotações históricas, informar-vos e convencer-vos de que a Grande Legislação dos DEZ MANDAMENTOS está absolutamente certa; nossos antepassados trouxeram essa Lei à Terra por ordem dos Anjos, entregando-a a Moisés. Foram os particulares anotados e concordam com vossa Bíblia, exceto quanto a pequenas minúcias. Entretanto, falta-nos até agora a compreensão desde grande acontecimento, por serdes uma humanidade que duvida de toda verdade, procurando continuamente outras tantas explicações. Quando o Médium Profeta israelita, Moisés, depois da travessia do mar das canas, passou com seu povo o deserto, foram os israelitas guiados por uma Nave Espacial, que voava diante deles, indicando-lhes a direção. A Nave Espacial guiou o povo para o Monte Sinai. Sobre a campina por vós denominada Sebaijé achavam-se acampados aqueles que tinham sido libertados da escravidão. A nave espacial SHA sobrevoou o cume do Gebel Musa, de 2.000 metros, colocando-se em contacto Espiritual com Moisés. Este homem, altamente sensitivo, poderia ter recebido a Grande Lei Universal de DEUS e do mundo Espiritual, através de sua clarividência . Porém temia-se que fosse per­turbado por seus inferiores como efetivamente ocorreu mais tarde. Além do mais, os israelitas eram um povo, que duvidava de DEUS, portanto, também a Moisés não teriam dado crédito. A Nave Espacial foi vista claramente por todos os israelitas. Este acontecimento tão importante ocorreu da seguinte maneira:

Teve ordem Moisés de não entrar com seu povo no campo de pouso, isto é, no campo onde se encontrava a magnífica Nave Espacial. A irradiação magnética era tão poderosa que poderia matar, de um só golpe, todo homem ou ser vivente que tentasse dela aproximar-se. Desta forma, foi-lhe pedido que delimitasse uma área a qual por nada deste mundo deveria ser ultrapassada. Somente quando cessasse o altíssimo sinal da sirena, poderia ser transposta. Uma Nave Espacial daquele tamanho, quando em funcionamento pode magnetizar até pedras. Ela não pousa diretamente sobre a Terra. Permanece flutuando sobre o cimo de uma montanha e, mesmo que sua força magnética esteja reduzida ao mínimo será ainda assim suficiente para queimar, como queimou, em parte, o próprio Moisés, no rosto e nas mãos,. de maneira a parecer estivesse iluminado por um fogo-fátuo. Como Moisés sentisse dores, sob a ação do sol, foi-lhe dado, a fim de que se curasse, usar uma máscara apropriada para absorção da radioatividade. Levava-a sempre consigo, quando tinha de entrar em contacto com os "SANTINI".

Foi Moisés admitido na Nave Espacial que, de dia, flutuava, tendo o aspecto de um cilindro de fogo pairando sobre o cimo do Gebel Musa, enquanto à noite era uma luz vermelha, que brilhava, iluminando toda a montanha.

Moisés tomou a Nave Espacial como sendo a habitação de DEUS, visto que se achava magnificamente decorada. Foi nela que recebeu a LEI UNIVERSAL DA FRATERNIDADE, que é válida em todo o Universo Divino, que a cumpre, exceto a humanidade terrestre. Sem esta Lei, não existirá nem vida nem progresso. É a grande e única Lei da Fraternidade Interplanetária, a LEI DO CÉU.

Foi Moisés o primeiro homem da Terra a receber semelhante Lei, por intermédio de um Filho de DEUS.

Bíblia (cfr. Êxodo: 13, 21) — "E o Senhor os guiou de dia com uma coluna de nuvens a fim de conduzi-los sobre a justa via e, de noite, com uma coluna de fogo, a fim de permitir-lhes viajar dia e noite."

"Agora colocarás limites para o povo dizendo-lhe: cuidai-vos de, ao subir, não tocar a raiz do monte. Quem tocar o monte perecerá; quando começar a soar a trombeta podereis então subir ao monte"
(cfr. Êxodo: 19, 12) .

"Então o Senhor lhe disse: diga aos filhos de Israel : vós houvestes visto que vos falei do céu" (cfr. Êxodo: 20, 22 )

Pergunta — Qual a procedência dos DEZ MANDAMENTOS entregues a Moisés por vossos avós?

SETUN SHENAR — Recebemo-los do REINO DE DEUS; foram entregues em todos os Planetas em que a vida não se desenvolvia segundo a Lei Divina.

Pergunta — Junto aos DEZ MANDAMENTOS encontramos, na Bíblia, Leis acrescentadas posteriormente, para se viver de modo correto. Foram também trazidas por vós?

SETUN SHENAR — Não! Moisés manteve uma conversa com nossos avós, especialmente com um FILHO DE DEUS, e muitas coisas lhe foram explicadas. Baseado nestes ensinamentos fez ele depois outras leis. Também os sacerdotes de então mudaram muitas delas, visto não se acharem de acordo com seus desejos.

Pergunta — Fala-se de um povo escolhido. Foi na realidade o povo Israelita escolhido pelo Mundo Espiritual ou isto se deu por acaso?

ASHTAR SHERAN — A transmissão das Leis Divinas nada tem a ver com o acaso. Achavam-se os Israelitas martirizados e sob o jugo cruel dos Egípcios. Como possuíam ótimo e verdadeiro Médium e Profeta, como o foi Moisés, fez-se-nos possível dar-lhes decisiva e excepcional ajuda e também uma Legislação. Por isto os Israelitas podiam considerar-se um povo escolhido, porém, mais tarde, como tal não se comportou.

Bíblia — "Logo que subiu Moisés ao monte a nuvem cobriu o monte e a Glória do Senhor pousou sobre o Sinai e se fez ali por seus dias e, no sétimo, DEUS chamou Moisés do meio da neblina. Agora a manifestação da Glória de DEUS aparecia aos filhos de Israel como um fogo ardente, sobre o cume do monte. E Moisés, entrando no meio da nu­vem, subiu ao monte, ficando aí quarenta dias e quarenta noites" (Êxodo, 24, 15, 18) .

ASTHAR SHERAN — Foi Moisés hóspede da Nave espacial. Era ele discípulo do Comandante, o qual teve mais tarde uma Missão importante sobre a Terra. Este Filho de DEUS fez o possível para explicar a Moisés a Grande Lei. Foi-lhe ordenado construir um templo digno do Criador, O ESPÍRITO UNIVERSAL, JEOVÁ (Aquele que É), porque os Israelitas eram, na maioria, idólatras, assim como a humanidade terrestre atual, que caiu de novo no culto da veneração. 

Pergunta — Caro irmão de outra Estrela, podereis dizer-me quais foram as outras Leis, recebidas por Moisés e que mais tarde sofreram modificação?

ASHTAR SHERAN  Pois não. São precisamente as Leis que ainda hoje observamos devotamente, santificando-as.

Pergunta — Poderíamos conhecê-las?

ASHTAR SHERAN — Certamente. Explicar-vo-las faz parte de nossa missão. Mas trazer-vos hoje tais Leis torna-se muito mais difícil, visto não mais se achar a humanidade atual disposta a acreditar em milagre e por ele deixar-se influenciar, como nos tempos de Moisés. Já naquela ocasião foi difícil, quando mais agora, que a humanidade só se sensibiliza com a violência. Sobre a Terra vive de novo um Faraó, sob cujo domínio existem ainda muitos escravos. Não expulsaremos a soldadesca para o mar, visto possuirmos, hoje, outros meios à nossa disposição; no transcurso de três mil anos nossa técnica progrediu muito. Procurai (pensar na potência que pos­suíam outrora nossos avós. Poderemos aniquilar num dia toda a humanidade da Terra; mas com que finalidade? Teremos com isto servido ao ESPÍRITO UNIVERSAL JEOVÁ... ? Nossa incumbência é a de trabalhar para DEUS e não contra Ele.


O ATEÍSMO É UMA LOUCURA

ASHTAR SHERAN — Vossos jornais chamaram-me de Príncipe de Vênus. Primeiramente, não somos Príncipe, mas sim servo de DEUS, além do mais, não nascemos em Vênus. Entretanto mantemos uma boa amizade com os habitantes de lá e o faremos também convosco, com a humanidade terrestre. O motivo desta separação, na Fraternidade Interplanetária, dá-se por causa de vosso desenvolvido e difundido ateísmo. Asseveramos que semelhante comportamento não passa de uma loucura. Examinai com atenção todos as nossas declarações, confrontando-as com vossa Bíblia. Devereis reconhecer que existe um PODER SUPERIOR, o qual, embora seja tolerante nada tem de fraco.

Dirigimo-nos com fraterno amor e com grande insistência a todos os poderosos e governadores dessa humanidade Terrestre. Vossos Ministérios de guerra recolheram ampla documentação sobre nossa existência. Foram nossas Naves Espaciais fotografadas, filmadas e medidas por meio do radar. Foram vistas e perseguidas por vossos pilotos. Os governos possuem em seus arquivos milhares de aconte­cimentos provando nossa presença ativa em torno da Terra, dia e noite. Estas Naves são dia e noite observadas, sendo tomadas, em parte, como manchas de fumo, em parte como superfícies reluzentes, brilhantes, enquanto à noite, como bolas incendiadas ou cilindros luminosos.

Nossas Naves Espaciais medem, fazendo-se uso de vossas próprias medidas, um comprimento superior a 500 metros, sua capacidade irradiante é tão grande que se plenamente acionada vossas casas se desmoronariam, como se houvesse ocorrido um terremoto. Podemos concentrar água em enorme quantidade, extraída da atmosfera e poderíamos, também, somente usando esta possibilidade, fazer-vos uma guerra decisiva, isto antes que pudésseis defender-vos e reagir de algum modo. Um superaquecimento ou um congelamento, à vossa escolha, vos paralisaria. Por isto continuamos a insistir: o ateísmo é uma loucura! Vossa religião, porém, alterada como se acha, no presente momento não poderá igualmente ser aceita por pessoas inteligentes. Nem uma criança, quanto mais um adulto, considerará, através das suas próprias experiências, a Sagrada Escritura como sendo uma comprovada verdade. Acha-se a maior parte alterada, a ponto de confundir, conduzindo-vos para a descrença. Já nas primeiras páginas da Bíblia podereis constatar quanto erradas se acham as coisas transmitidas, ao mencionarem as colunas de fumo e de foto dentro das quais fala o Senhor DEUS.

Jamais vimos o ESPÍRITO UNIVERSAL nem com Ele falamos. Não obstante, recebemos Suas Palavras e Seus Desejos, que respeitamos. Possuímos uma impressionante e forte comunicação com o Mundo Espiritual, que é a única base de vibração sobre a qual trabalha nossa própria existência espiritual, isto é, todo o nosso sentir e pensar. Falamo-vos de uma MISSÃO. Houvemos recebido esta ordem do mundo Espiritual. Nossos Comitentes são o Arcanjo Miguel e Cristo.

Contém vossa Bíblia também algumas profecias como, por exemplo: o Salvador vem das nuvens. Também nós vimos a vós das nuvens. Isto não vos faz pensar? Não vimos sem escopo ou só para inquietar-vos, para ocupar vossa Terra, como afirmam alguns de vós, porque possuímos uma outra Estrela onde viver em Paz. Vimos a fim de cumprir uma Missão e em obediência à vontade dos nossos Comitentes e de um grande ESPÍRITO, que se acha acima DELES.

Temos mandado junto a vós nossos irmãos e irmãs, a fim de estudarem vossos hábitos e vossos planos. Agora, que já estamos informados de tudo, ordenamo-lhes que reembarcassem, para reconduzi-los de volta. Isto não vos faz pensar?...

Foi de estarrecer o resultado desta observação. Não viveis segundo as Leis transmitidas, mas segundo a fantasia de vossos filósofos mais famosos, os quais também não pos­suem nenhuma idéia do que seja DEUS, Suas obras e Suas infinitas possibilidades.

Reprovam-nos porque nos achamos dispostos a usar a força, a fim de reprimir a impiedade e a tirania sobre a Terra. Agora, no entanto, estamos vendo que não será necessário usarmos a força. No fundo não sois assim tão maus. Achai-vos, apenas, incompreensivelmente mal informados. Por isso faremos de tudo para vos Iluminar e prorrogar nossa estada, até o momento em que estivermos seguros de que um pouso em massa não provocará mais sobre a Terra nenhuma desordem. Isto acontecerá quando aprenderdes a conhecer-nos melhor. Mas se acontecesse, como sucedeu no Egito, isto é, que nossa ajuda fosse repelida, então os perseguidores preparariam o próprio fim. Será, porém, uma Hiroshima muito mais espantosa de quanto vossa fantasia possa imaginar. Esperamos e até mesmo rogamos não tenhamos de lutar, mas isto dependerá de vosso comportamento.

Pergunta — Dissestes que há falsas relações na Sagrada Escritura. Poderíeis explicar quais são?

ASHTAR SHERAN — Tirai da Bíblia tudo aquilo que se relacionar com a guerra. Quase todas essas passagens foram exageradas ou desfiguradas por pessoas de classe inferior. Vossa Bíblia deve ser um Livro Sagrado e nunca uma reportagem sobre experiências de guerra. Deve ser corrigida e, finalmente, purificada por vós.

Pergunta — Podeis dar-nos um exemplo?

SETUN SHENAR — Pois bem, fiquemos com o tema iniciado. Em vossa Bíblia se acha escrito: "Quando Moisés viu que seu povo havia ficado incivil, entrou no acampamento e disse: Quem está com o Senhor Deus venha comigo. Então rodearam-no todos os filhos de Levi. Disse-lhes — Assim diz o Senhor Deus de Israel. Segurai em vosso flanco a espada e ide e vinde de uma porta a outra aatravés dos acampamentos e cada um mate o irmão, o amigo, o vizinho." Os filhos de Levi fizeram segundo as palavras de Moisés e caíram naquele dia perto de 3.000 homens (cfr. Êxodo, 32, 26, 28) .

Caros Amigos, refleti um momento e considerais se isso poderá ser lógico. Se então Moisés, em sua cólera cega, deu ordem de matar 3.000 homens, e isto em nome de DEUS, imediatamente após ter recebido a grande LEI de nossos avós, a qual diz: "DEUS DESEJA QUE O HOMEM NÃO MATE NENHUM DE SEUS IRMÃOS." Moisés teria, então, com seu procedimento contraditório desres­peitado a Lei, perdendo toda a simpatia de nossos antepassados, os quais não mais teriam trocado nenhuma palavra com ele. Vede pois que um livro assim chamado Sagrado existem descrições de atrocidades que se tornam ilógicas e contraditórias para o leitor, não possuindo nada em comum com o Pensamento Divino aí tratado. Assim, torna-se compreensível que homens como Spinoza, Engels e Marx se tenham indignado, pois, faltando-lhes um conhecimento mais elevado a tudo renegaram. Assim, depois de tais esclarecimentos, ainda quereis asseverar que a transmissão das Leis por intermédio de um Filho de DEUS na Nave Espacial, sobre o Gebel Musa constitua uma burla?

Encontrando-se as coisas neste ponto, aconselhamos ao governantes responsáveis e aos chefes de partido da Terra olharem muito atentamente para o material relacionado com os discos voadores e as naves espaciais para depois confrontá-lo com a Bíblia na mão. E se depois disto ainda estiverem convencidos de que a ajuda de DEUS seja um narcótico ministrado pelos UFOs ou Discos Voadores procurem então em si próprios e incapacidade de entender, visto que, evidentemente, em suas almas ou em seu sistema nervoso algo não está certo. Também os Israelitas acreditaram então que as Naves Espaciais, isto é, as nuvens de fogo pudessem ajudá-los, fazendo-os invencíveis instrumentos de guerra, a fim de verem nadar em sangue seus odiados inimigos. Aquele Deus era, a seus olhos, um vingador ; entretanto, DEUS é AMOR e também aquele Comandante das Naves Espaciais o era.

Nem DEUS nem nós somos vingativos. Somos amigos de todos os nossos irmãos e irmãs, dentro de todo o Universo, oferecendo vida e saúde. Encontromo-nos trabalhando sempre para conduzir para a via reta todos os homens privados de conhecimento. Fazeis o grande erro de dividir o DEUS da Paz. Não existe nenhum DEUS som. PAZ e muito menos PAZ sem DEUS. Ambos são uma só e única coisa. Quem a DEUS ultrajar, ultraja também a PAZ. Só vos trazemos o único e verdadeiro DEUS DE TODO O UNIVERSO. DEUS SOBRE TODAS AS FRONTEIRAS! Os ímpios não podem fazer nenhuma paz, porque em todo o Universo não existe uma paz ímpia. Mas as Naves Espaciais são Divinas Mensageiras de Paz.

Nota — O nome do Comandante supremo da Frota UFO "Ashtar Sheran" foi estudado cabalisticamente de maneira minuciosa. O nome contém os mais altos valores que podem ser calculados deste modo, quanto à sua significação: Combatente, encarregado da difusão da grande Luz e da Verdade de DEUS.

O nome de UWE SPEER, o Médium preferido pelos UFOs, deu com o mesmo cálculo o seguinte significado: Prata e peso atômico da prata. Isto garante a absoluta autenticidade das Mensagens Cósmicas.

Quanto ao nome de Herbert Victor Speer, editor, segundo o mes­mo cálculo, define-se como Anunciador da Verdade, qual um cometa, com o ponto culminante assinalando o ano de 1959. Estes valores foram notificados por um famoso especialista cabalístico, numa conferência pú­blica, realizada em Schulze-Angern, a 8 de maio de 1959.


NÃO SÃO MAGIA OS FENÔMENOS DIVINOS

Torna-se deplorável o desconcertante verificarmos o quanto fostes inclinados sempre ao exagero e à mentira. Os jornais andam forjando sensações. Desde que nos encontramos em contacto convosco fomos obrigados a concluir que entre vós não existe sinceridade. Nem vossas religiões, nem vossos inúmeros governos são sinceros, a ponto de quebrar toda convenção e todo e qualquer contrato. Diante de DEUS fazeis, diariamente, abjurações e falsas promessas. Os livros de religião não são livros de fábulas nem de magia, entretanto, assim são considerados. A desonestidade que há entre vós faz com que desacrediteis nos fenômenos, não mais sintais respeito algum pelo sobrenatural, que se manifesta também na vida humana, como na de todos os outros seres. Não guardais a devida deferência para com o Espírito de DEUS, que vive em vós. Em vossa ignorância, exclamais: O! Se realmente existisse o DEUS Todo Poderoso Ele deveria, pelo menos uma vez, mostrar o Seu Poder, atingindo o mal, a fim de banir todo o pecado, salvando definitivamente os inocentes. Entretanto, como isto não ocorre, admitis simplesmente que o trono de DEUS se acha vazio. Quanto a isso desejamos dizer-vos: assim também pensavam os Israelitas, quando viviam na maior miséria.

DEUS não deixa Seu trono jamais, porque se o fizesse, por exemplo, para vir à Terra, admoestar-vos, todo o Universo cairia em desordem, se desequilibraria. Para o cumprimento dessas missões dispõe Ele de nossas naves espaciais, que são incrivelmente velozes e seguras e que podem visitar muitas estrelas em Seu nome, como engenheiros, comandantes, equipagem e um líder, mediador telepático, para a transmissão de Suas ordens. Este fenômeno entretanto não significa que seja magia, apenas mostra que, usando-se as forças de DEUS, poder-se-á percorrer o Universo em Nave Espacial, que prescindirá do princípio de combustão natural, porque então será uma Nave do Céu, uma unidade da grande Frota Espacial de DEUS.

Assim sendo é em Seu nome e com plenos poderes que tratamos de Suas Coisas, como se usa dizer na Terra. Toda nave que visita um país estrangeiro representa, por certo, a sua pátria, agindo o Comandante em nome de Seu Soberano, isto é, munido de plenos poderes e responsabilidades. Desta forma foram as Leis entregues sobre o Monte Sinai, em nome de Sua Majestade Suprema do Universo, através de um de -seus Príncipes. Podereis dizer, com orgulho: DEUS nos mandou a Sua altaneira nave Almirante, que içou a bandeira da verdadeira Fé Universal sobre o Gebel Musa. Tiros de Salva e sirenas ressoaram sobre o Sinai.

Houvestes, entretanto, maculado e pisado esta bandeira . Vossa bandeira agora mais não é que um trapo ensanguentado. Mesmo que o tenteis fazê-lo continuamente, .não podereis negar de nehum modo a nossa existência. Apareceremos sobre vosso firmamento tantas vezes quantas porem necessárias para que toda a dúvida seja anulada. O fato de nossa existência e presença achar-se indissoluvelmente ligada à Legislação sobre o Sinai, a Religião de Paz a vós enviada se relaciona com a Mensagens Pessoal do CRIADOR E REGENTE DE TODOS OS MUNDOS. Como tecnicamente não houvestes progredido durante todos esses anos passados, fez-se-nos impossível explicar-vos tudo isto, pois que não teríeis compreendido melhor do que Moisés e os outros Israelitas. Mas como hoje vos achais também com vossa técnica e ciência no limiar do Universo, acreditando firmemente na possibilidade de dominá-los, chegou a grande hora de podermos falar racionalmente, de maneira que possais compreender e reconhecer plenamente o significado de nossas visitas de antigamente e as de agora. Não existe, pois, nenhuma magia, visto cada fenômeno possuir sua causa, suameta ou efeito. Esse fenômeno deverá levar-vos, antes de mais nada, a reconhecer a Lei Divina e, portanto, o Mandamento mais Importante: Deus deseja que nenhum homem seja morto, Na observância deste Mandamento, isto é, deste Desejo Divino, reside toda a possibilidade de paz, de vivência e uma por enquanto inconcebível viabilidade de Vida fraterna e de contínuo progresso em vosso planeta.

A Nave espacial SHA, isto é, a Nave Almirante de uma frota espacial, constituiu o objeto através do qual se processaria uma reviravolta em vosso modo de pensar. O país sobre o Jordão foi 'escolhido como o lugar adequado. A difícil travessia pelo deserto se realizou devido ao aprovisionamento fornecido pela Nave Espacial, que usou para isto uma espécie de ectoplasma comestível. Tudo isto também não é nem fábula, nem milagre, nada tendo a ver com a magia. Porém foi na verdade muito mais do que magia ter havido ajuda Divina para .um povo eleito, a fim de introduzir repentina mudança no pensamento dos povos, para que viessem com isto a observar 'a Lei. O povo de Israel assumiu uma grande responsabilidade; com eles existe um débito de reconhecimento, devido ao auxílio dado em favor do futuro de toda a humanidade terrestre. DEUS, entretanto, se desiludiu, porque o mundo e os homens demonstraram que um deus de guerra é mais querido do que um DEUS de Misericórdia e de Amor. E a maldição ocasionada pelas más ações pesa até hoje sobre o povo.

Moisés reconheceu a Potência das Naves Espaciais e, nela confiando, ameaçou os inimigos de seu povo. Caindo em êxtase, pôde ver também a Nave em seu interior.

Bíblia — "E eles viram o DEUS de Israel; a Terra a Seus pés assemelhava-se a uma safira, clara como o próprio céu 1*" (cfr. Éxodo, 24, 15) .

Pergunta — Os Dez Mandamentos que conhecemos ainda se conservam hoje em sua forma primitiva ou foram modificados?

Resposta — Foram mudados. Em sua forma original consta: "DEUS Deseja", e, não, "Tu deves". Além do mais não estão certos os esclarecimentos que pouco a pouco, foram acrescentados, segundo a imaginação dos terrestres. Constitui grande fraqueza aquela de os homens quererem sempre mudar alguma coisa. Com esse procedimento permanece apenas uma minúscula parte de Verdade. Porém, semelhante emenda remanescente será sempre uma verdade. Assim, DEUS não ordena, apenas Deseja!

 

A PALAVRA DE DEUS NÃO É UMA FÁBULA

Quando William Jenning Bryan, candidato à presidência do Estados Unidos, há anos passados, teve de defender a Fé num sensacional processo, ele nada sabia ainda sobre as Naves Espaciais e foi obrigado a suportar um agnóstico obstinado, de nome Clarence Darrow, que queria ridicularizá-lo. A partir daí se fez todo o possível para o enfraquecimento da Fé na Bíblia. Especialmente os Livros de Moisés foram considerados como uma completa e sábia confusão social. Onde tenha levado essa apresentação de textos sagrados alterados, quanto à forma original, vê-se do pouco valor que dão à Bíblia, hoje, os milhões de robôs humanos, de fisionomias endurecidas, quase como de aço. É, pois, uma grande ajuda Cósmica aquela de receberdes dos Irmãos Extraplanetários declarações convincentes, por meio dos quais finalmente sabereis a Verdade, relacionada com os chamados milagres da Bíblia, postos em dúvida e tidos corno fábula . Deveremos, assim, ser gratos, reconhecidos e proclamarmos: "GLÓRIA AO SENHOR DEUS NO MAIS ALTO DOS CÉUS."

ASHTAR SHERAN — Depois Moisés recebeu ordens de nossos avós, para edificar um grande Santuário, a fim de ser usado como lugar de reuniões. Com isto queremos demonstrar não sermos figuras de fantasia, dando-vos, ao contrário, provas concretas da realidade de nossa existência. Nossa Nave Espacial SHA aflorou à Terra e sobrevoou o Santuário, tendo sido vista por todos os presentes Assim não foi necessária a escalada da montanha. Moisés entrou no Santuário, recebendo ordens da Nave Espacial.

Pergunta — Foi a voz reforçada por meio de um microfone ou rádio?

Resposta — A Voz ressoou através de um amplificador existente na própria Nave Espacial, sendo ouvida nos lugares mais distantes. Pensai, pois, o quanto nossos avós se achavam já, naquele tempo, adiantados tecnicamente. Também já conheciam o segredo do rádio, enquanto vós somente agora começais a construir Naves Espaciais, que possuem, entretanto, elevado desenvolvimento no campo da radiotecnia.

Bíblia — "Apenas concluídas todas as coisas a nuvem recobriu o Tabernáculo das Testemunhas, que ficou cheio da Glória do Senhor. E Moisés não pôde entrar no Tabernáculo da Aliança porque tudo fora coberto pela nuvem e a Majestade do Senhor Fulgurava, enquanto a nuvem cobria todas as coisas. Quando a nuvem se afastou do Tabernáculo partiram também os filhos de Israel, todos enfileirados, e quando esta permanecia imóvel, no alto, eles também se imobilizavam. E a nuvem do Senhor pousava de dia sobre o Tabernáculo e, à noite, suas chamas eram vistas por todo o povo de Israel, tanto em suas viagens como em suas pousadas" (cfr. Êxodo, 40, 34, 38) .

Pergunta — Porque que sempre se fala de uma nuvem ou coluna de fogo? Jamais houve possibilidade de se poder ver a Nave Espacial em seu verdadeiro aspecto?

Resposta — Sim, naturalmente. Moisés em companhia de outros sacerdotes puderam vê-la por baixo e acreditaram se tratasse de habitação de DEUS. Moisés não pôde entrar no Santuário visto a radiação magnética da Nave ser muito forte.

Os sorvedouros ou torrentes formadas em torno do eixo da Nave Espacial transformavam a atmosfera numa fumaça escura, porque toda a matéria como, por exemplo, a areia ou o pó, em suas proximidades, era sugado e, assim, turbilhonava em torno da Nave. À noite, a aura magnética da Nave brilhava como fogo-fátuo, dando-lhe o aspecto de uma coluna incandescente.
A Nave Espacial, de qualquer forma, representa a Presença de DEUS, visto conduzir a Lei, como já ocorreu junto de outras humanidades. A Nave Espacial SHA também acompanhou o povo peregrino através do Jordão. Se vos houvéssemos falado desta forma há vinte anos passados, terieis escarnecido de nós; além do mais serieis combatidos por todos e em especial pelos teólogos dos Israelitas. Hoje, porém, já sabeis da Existência de vários tipos de Naves Espaciais e vós próprios vos afanais na busca de fórmulas e materiais próprios, a fim de poderes também construí-las. Por isto supomos estardes agora com possibilidade de entender muito melhor nossas declarações, tomando notas adequadas. Acreditais que, visto viajarmos através do Universo isto seja também possível para vós. Porém somos os Mensageiros de DEUS enquanto vós sois unicamente um povo terrestre destituido de Fé em DEUS, povo belicoso, violento, litigioso. Devereis entender que a Frota Celeste pertence à Fraternidade Interplanetária. Semelhante Fraternidade tornar-sei-á possível somente quando houverdes eliminado a causa dos conflitos, ficando a guerra esquecida para sempre.

A técnica de nossos avós acha-se já há milênios muito mais evoluída do que a vossa. Há 5.000 anos efetuamos viagens espaciais. Também em relação à religião vos achais atrasados por milênios.. Sabei caros amigos que a sabedoria metafísica chega até DEUS.

 

A PROVA DE DEUS

ASHTAR SHERAN — PAZ SOBRE TODAS AS FRONTEIRAS. Caros Irmãos e Irmãs dessa bela Terra, deixai-nas preparar a Paz junto de vós, a fim de que o SENHOR DEUS se compraza com todos os seus filhos. Fazei, por favor, vossas perguntas, às quais responderemos alegremente.

Pergunta — Certamente nos perguntarão : por que a LEI DIVINA não foi entregue diretamente por DEUS? Somente agora ficamos cientes de que esta Lei foi trazida por homens de outros Planetas. Existe ainda alguma outra prova que poderá afirmar ter sido o próprio DEUS a redigir esta Lei?

Resposta — Certamente deveriam ser suficientes todas as declarações inerentes a Moisés. Mas, como vos achais sempre impelidos pela dúvida, deveis escutar-nos caros Amigos. Mediante apontamentos deixados por nossos antepassados, os quais completam vossa Bíblia, esclarecer-vos-emos também sobre esse ponto.

O povo sobre o Monte Sinai era cabeçudo, teimoso e ,difícil de ser educado. Gozavam os Israelitas de um magnânimo auxílio do Céu, além disto usufruíam de admirável contacto conosco. Foram libertados e conduzidos para uma terra abençoada. A Nave celeste os precedia, evolucionando à sua frente, mostrando-lhes o caminho, protegendo-os e providenciando tudo aquilo que lhes fosse necessário. Tinham a prova de que DEUS se mostrava benigno para com eles. Receberam, por isso, junto com os DEZ MANDAMENTOS, uma longa série de prescrições, todas redigidas em nome de DEUS, através da maravilhosa união entre Moisés, seu intermediário, e DEUS, os quais, entretanto, foram por eles responsabilizados pelos erros que eles próprios, Israelitas, cometeram. Então também nós perdemos a paciência, deixando-os abandonados ao próprio destino. Não pensava o Senhor na possibilidade de fazer retornar à Terra a Nave Espacial SHA, pois supunha fosse Sua Lei de toda forma justamente estimada e valorizada. Ele, o SENHOR, produziu mais tarde um milagre ainda maior e mais impressio­nante do que o que realizou sobre o Monte Sinai e o Mar Vermelho.

DEUS Encarnou naquele mesmo povo hebreu, através do Comandante da Nave Espacial, daquele "SANTINI" que, como FILHO DE DEUS deveria trazer a Lei da Paz sobre a Terra. ELE O encarnou segundo Seu próprio desejo, porque sabia que a GRANDE LEI DA FRATERNIDADE fora desprezada e deformada. Queria proteger e retificar esta Lei Divina.

Esta grande Encarnação colocou depois em movimento o céu e o inferno. Também nossos avós de novo tiveram de colaborar. A Grande Nave Espacial SHA retornou sobre a Terra, parando como uma grande bola de fogo sobre o lugar do nascimento de CRISTO. Esta Nave, entretanto, não pode baixar muito, porque suas irradiações teriam então causado dano ao lugar do Encarnado, Anjo da Paz, Jesus Cristo. Tinha Ele em suas Próprias Mãos o Poder Divino. Achava-se em união substancial com DEUS. Com isto a GRANDE LEI DIVINA, OS DEZ MANDAMENTOS, que são a Palavra de DEUS ENCARNARAM EM CRISTO DESTA FORMA TORNOU-SE O VERBO ENCARNADO. E ASSIM O VERBO TORNOU-SE VIVO E VIVEU ENTRE OS HOMENS. A LEI TRANSMITIDA FICOU RA­DICADA EM CRISTO. NELE ACHAVA-SE, POIS, RADICADO O PRÓPRIO DEUS. E ASSIM O PRÓPRIO DEUS VIVEU DESTA FORMA ENTRE OS HOMENS. Agora estais convencidcs e conscientes disto?

 

NOTA: SHA é a Nave Espacial que sobrevoou durante o Nascimento de CRISTO, protegendo-O.

 

AS LEIS DIVINAS encontraram então sua justa explicação e justa luz; e ELE reprovou o descuido com o qual foi administrada a herança dos Mandamentos que, daquela vez, segundo Suas Instruções, deveriam ser protegidos e duradouramente conservados na Santa Arca.

Ele Realizou os Milagres que nossos avós não puderam fazer, conquanto para isso tivessem toda boa vontade. Ressuscitou os mortos. As naves espaciais não tiveram de separar-Lhe a água, porque Ele caminhava sobre ela. Também tudo isto acha-se mencionado em vossa Sagrada Escritura. Porém a humanidade é cabeçada, obstinada. Também esta revelação foi desfigurada com mentiras e arrastada na lama. Hoje até declararíeis ser Cristo um revolucionário político, desejoso, como subordinador de povos, de formar um partido e que deparou com a morte, devido ao seu fanatismo. Querendo imitar esta idéia errada sacrificais vossa vida, em prol do ideal socialista.

Não obstante o SENHOR DEUS não vos abandonou. Nós, "SANTINI", encontramo-nos incumbidos de circundar a Terra, protegendo-a em nossos vôos. Mas, como dizeis, cada coisa tem a sua própria hora. Isto também vale em relação ao nosso encargo. Preparamos tudo, dispondo em favor da Luz do Salvador, que virá de forma a serdes obrigados a escrever uma nova Bíblia. Esta é a Verdade INTERPLANETÁRIA, tão real quanto estou eu aqui, a anunciar-vos estes fatos. Para aqueles que não conseguem reconhecer a Presença de DEUS nem Nele pensarem, será suficiente saber que há um Reino Espiritual bem organizado, e que DEUS possui uma Frota Celeste. Não é necessário puna um Rei, ELE próprio, aqueles que transgridem a lei; assim também o ESPÍRITO UNIVERSAL possui Seus Súditos, aos quais Deu Absoluta Autoridade. Chegou, portanto, a hora de reconhecerdes vosso erro, admitindo vossa ignorância.

Estende-se sobre todo vosso Planeta uma religião disparatada. Alguns filósofos reconheceram esse estado de coisas; porém cometeram o erro de querer apagar com óleo esse fogo perigoso. Não se pode substituir uma crença viva por meio de uma sub-rogação de religiões, porque a RELIGIÃO É A VERDADE DE DEUS.

Vossas cinco provas filosóficas sobre DEUS não passam de um falar inconseqüente em torno de uma verdade pouco agradável, pouco desejada. Essas provas são tão imperfeitas que no final das contas não poderão deixar de ser escarnecidas.

Não creiais seja vossa técnica atual alguma coisa de grandiosa; ela, se confrontada com o desenvolvimento de humanidades outras, é altamente malsã e perigosa.

Não suponhais que toda vossa ciência tenha o direito de ser codificada com capa de couro : achamos que grande parte dela simplesmente amadureceu para a destruição.

Não acrediteis que o programa dos partidos, com seus lemas e dizeres baseados sobre conhecimentos completamente errados da Bíblia, possam resolver uma crise da humanidade.

Não julgueis sejamos apenas curiosos, homens aventureiros, vindos de outros planetas onde a possibilidade de vida se esteja esgotando. Somos, bem ao contrário, o Exército Universal.

Não acrediteis deva DEUS dobrar-se diante de vosso alambique ou vossa técnica.

Finalmente, não creiais que o livre arbítrio vos imunize das punições. Nossos avós intervieram, castigando, por desejo de DEUS, a fim de se restabelecer a Lei. Do mesmo modo, também nós o poderemos fazer.

Bíblia — "Vejo bem possuir este povo uma dura cerviz ; agora deixarei meu furor acender-se contra eles, exterminando-os" (cfr. Êxodo, 32, 9-10) .

ASHTAR SHERAN — Nossas Naves Espaciais têm possibilidade de enfrentar qualquer perigo : o risco das viagens espaciais são muito maiores do que todo e qualquer perigo existente nessa Terra.

Vossos exegetas deveriam, em primeiro lugar, ocupar-se da existência dos "SANTINI" ; deveriam finalmente estudar o aparecimento das naves espaciais antes de se ocuparem com prós e contras relacionados com os fenômenos Divinos e com suas explicações.

Procurais uma prova absoluta sobre a Existência de DEUS, embora já a tenhais em mãos desde milênios . Entretanto, parece-nos não -saberdes o que fazer com ELA. Isso não passa de um tolo e inaudito procedimento vosso. Sendo eu o Chefe da Frota Espacial Celeste vos afirmo que não queremos o vosso fim, mas, bem ao contrário, operamos com a finalidade de vos unir, pondo-vos em Comunhão Universal com a ordem da Paz Interplanetária. Acabai com vosso ódio e prepotência!

Acabai com vossa mania de grandeza! Convidamo-vos a tomardes posição, de alguma forma, com esta Mensagem. Pedimo-vos confrontardes com a documentação por vós recolhida sobre os UFOs ! Não devereis ousar esconder ainda por mais tempo esta verdade aos povos. Do contrário tiraremos uma forte linha comparativa entre os eventos de 3.300 anos passados e aqueles de hoje. Vossas bombas atômicas não provocarão sobre essa Terra uma nova Sodoma e Gomorra. Porém nossas Naves Espaciais poderiam quiçá fazê-lo ainda uma vez. Se DEUS o desejar obedeceremos de novo!

Hierarquia da Inteligência, segundo indicações do Mestre espiritual ARGUN. Os portadores
da Luz, os "SANTINI" e os Mensageiros da Luz acham-se sobre o mesmo plano de trabalho.
Os "SANTINI" pertencem ao exército celeste. A humanidade terrestre ainda não pertenc
à Comunidade da Fraternidade Universal.

Agora eis a PROVA DE DEUS : mediante as viagens espaciais de nossos avós, os quais vos trouxeram os Mandamentos de DEUS, tendes a prova irrefutável de que também sobre outras estrelas e em outras regiões existe vida huimana . Isto constitui uma inelutável e comprovada certeza. Todos os fenômenos Divinos, incluindo-se a ASCENSÃO DE 'CRISTO, a Aparição de Fátima, os contactos mediúnicos e telepáticos e também os encontros com Adamsky e com outros Amigos foram executados pelo inteligente mundo espitual, isto é, realizados por nós, de acordo com o mundo dos ANJOS . Reserva-se DEUS o último Ato. Assim como existe uma vida e uma possibilidade de existência sobre outras estrelas, assim como também os terrestres que aqui foram trazidos podem viver, assim também existem seres superiores e portanto a possibilidade da existência de uma espécie Espiritual. Por isto DEUS, O ESPIRITO ORIGINÁRIO, não é só Força de Ordem Universal, mas também uma Personalidade Espiritual provida de todos os sentidos, formando um Cosmos de pensamentos, assim como cada ser humano herdou do próprio DEUS ; por que de quem e de onde herdou o homem esta capacidade? Quiçá de seus progenitores? E estes, de quem e de onde receberam esta capacidade? Da matéria, porventura? O homem nasce segundo as Leis Divinas da carne de seus pais ; porém a Alma, com toda a sua capacidade espiritual, nasce e se origina do Espírito Divino.

Não se torna necessário que este ESPÍRITO ORIGINÁRIO governante venha e cuide de vós pessoalmente a fim de acreditardes NELE. Basta sejamos nós Seus Mensageiros e Embaixadores, que desde milhares de anos representam o SEU REINO, operando para cumprir SEUS PLANOS. Neste sentido CRISTO, O MESSIAS, pertence ao nosso REINO ; Ele é o Depositário Divino dessa Terra e seus habitantes. É Ele a expressão do ESPIRITO ORIGINÁRIO; e se for Seu desejo poderemos trazêlLO de novo sobre essa Terra, a qualquer momento, por intermédio de nossas Naves Espaciais. Aquilo que Ele deseja também nós o desejamos. Ele Virá, então, um dia, numa nuvem e de noite numa coluna de fogo, tal qual como quando falou com Moisés: "IN NOMINE DEI."

 

ENVERGONHA-SE A IMPRENSA!

É hábito vosso dar muita importância à imprensa.

Aquilo que se escreve nos jornais tornou-se como um guia, influenciando vossa vida. Á a imprensa órgão da educação em massa. Dizeis que no papel se escreve o que se quer. Não sois, porém, tão dóceis quanto o papel: repelis tudo aquilo que não corresponde ao vosso gosto.

Visto a impiedade ir crescendo assustadoramente o desejo de adquirirdes uma instrução religiosa cai por si. Envergonha-se a imprensa em dar alguma coisa de positivo neste sentido, a menos que naturalmente se trate de uma importantíssima festa religiosa. Assim sendo, nenhum fenômeno é tomado em grande consideração, a ponto de merecer citação, mesmo através de poucas linhas, quando se trata de afirmações religiosas e divinas, provenientes de fontes extraordinárias.

Tanto o filósofo quanto o sofista, porém, conceberam ambos um pensamento que em sua estranha maleabilidade anula toda a metafísica, então esse pensamento encontra sempre um lugar de destaque na primeira página de todos os jornais mais importantes, quando então é tomado a sério.

Por isso, caros amigos, não vos admireis em vos encontrardes de todo mal informados. A imprensa influencia muito mais do que qualquer trabalho científico, o qual deixa de ser lido se não for por ela acolhido, divulgado. Que poderemos fazer diante da imprensa, se ela procura as grandes sensações, que produzem choque sobre o povo, enfim, sobre a humanidade terrestre? A imprensa possui muito papel e máquinas velocíssimas, mas que lhe saem muito caro. Por isso, tem ela necessidade de edições gigantescas, sensacionais, para poder sobreviver. Entretanto, jamais menciona nossa existência, por se envergonhar da ignorância que tem, relacionada com nossa verdadeira Missão, nossa potência e nossa técnica, muito mais adiantada do que a vossa, a qual até agora só produziu exalações pestíferas e barulho ensurdecedor. Todavia somos a Voz de DEUS e a prova disto não vos faltará. Uma nave espacial de tipo atualizado MV pode provocar pânico numa metrópole. Seu som não é produzido por meio de uma simples acústica de ondas sonoras, porém toca, por assim dizer no sistema nervoso central.

Pergunta — Seria esse o meio de atrair ainda mais a atenção sobre vós? Então qual o motivo de ficardes assim, tão silenciosos?

Resposta — Nossas Naves Espaciais, em confronto com aquelas usadas há 3.000 anos, tornaram-se muito mais aperfeiçoadas e maiores. Elas não mais podem aproximar-se tanto da Terra, como antes, porque ocorreria sobre a Terra, dentro de uma vasta extensão, em torno do lugar onde pousássemos, uma poderosa e terrível destruição. Um tal dano seria pois mal interpretado, tomando-nos por terríveis inimigos caídos sobre vós com armas exterminadoras. Desejamos a todo custo evitar qualquer malefício, por isto aterrissamos somente com pequenos aparelhos.

Entretanto estamos fazendo muitas provas e manobras a fim de podermos pousar sem assustar ninguém. Entenda-se bem : não praticamos isto em lugares habitados, nem cultivados ou arborizados. Necessitamos de espaço livre, sem cultura nem arborização. Certamente conseguiremos um melhor modo de aterrissar, sem se fazer necessário, como agora, que usemos apenas os nossos discos voadores, que são nossas pequenas naves de acompanhamento. Sabemos que muita gente nos espera com impaciência. Mas não queremos nem pânico nem desordem, visto sermos responsáveis pelo que acontecer, diante do Ser Supremo. Se obscurecêssemos vosso mundo isto já seria muito deprimente, porque acreditarieis que a Terra estivesse a ponto de destroçar-se. Podemos influenciar os habitantes de uma cidade inteira de maneira que ninguém nela tenha possibilidade de coordenar claramente um pensamento. Todos ficariam como que paralisados.

A imprensa, que procura sensações, aqui teria ocasião de fazer o Bem; porque todo mundo deveria finalmente anotar a Verdade sobre os Livros de Moisés. Por outro lado o mundo cristão e o povo de Israel não se devem recriminar uns aos outros, visto todos terem pecado, deixando de observar as Leis, para cuja obediência e propagação foram escolhidos, primeiro os Israelitas e mais tarde os seguidores de Cristo.

 

 


1*   A descrição feita sobre as cores correspondente plenamente com aquelas notadas por nós sobre os discos voadores ou naves espa -ciais. O fato de a Legislação ter sido entregue com a ajuda do "SAN-TINI" (UFO) foi biblicamente comprovado, não podendo de nenhum modo ser desmentido. Nossos atuais protocolos concordam plenamente com estas descrições. Também o profeta Elias, foi, sem dúvida, levado ao céu num UFO.  ]